Sunday, January 20, 2008

MEU AMANTE DE VERDADE

Lupus... o Lobo... Meu amante de verdade...

As suas garras passam de leve no meu corpo nu umas quantas vezes... Outras ele me toca duro sem piedade alguma... pois não quer que eu me esqueça dele... o meu amante de verdade... Nem permisso pediu para ser o devorador da minha alma...
Só se meteu comigo... uma vez... e ficou logo, logo agarradinho a mim
Como um louco apaixonado...o meu amante de verdade... Sempre se possessa sem pedir permiço algum... Me leva muitas vezes a uma loucura sem fim... O meu amante de verdade... O meu amante de verdade... pensa que é unico... Não, está enganado... o meu amante de verdade... Eu não sou mulher dum único amante... nas minhas veias corre muito amor...
Meu amante de verdade...

A minha paixão vai mais além do que tu meu amante de verdade...Não és nada comparado aos meus outros amantes...
Meu amante de verdade... Eu sou mulher e amante das palavras suaves e belas.
Eu sou mulher amante da fortaleza á que me agarro com certeza.
Eu sou mulher amante da leitura sem ela ninguém me atura.
Eu sou mulher amante do puro amor aquele que vibra o meu coração em ardor.
E finalmente sou mulher lutadora por aquilo que é meu... o meu corpo.Pois Senhor Lobo meu amante de verdade... quando se trata da minha VIDA, eu sou uma guerreira brutal...

1 comment:

TOI CAMBETA said...

UM POEMA MARAVILHO CHEIO DE CRIATIVIDADE E EMOCAO. ADOREI, MEUS PARABENS AMIGA ALCINA