Thursday, May 29, 2008

(DES) VESTIDO


O sol amanheceu carinhoso.Sufoco externo não me deixa respirar...Estou presa ao vestido.O fecho dele se prendeu ao cabelo,A flor caiu ao chão, a que adornava o meu sorriso...Já é tarde...Como desprender-me deste sarilho...Tiro por baixo,Arranco por cima,Rasgo, corto em pedaços...?Esqueço... Enclausurada em cápsula do tempo...Ali fiquei...Paralisada... Com o reflexo no espelho...Imagem desconhecida...Esqueci... De quem era...Me olho nos olhos como se fosse a primeira vez...Vão deslizando... pela musa abaixo... Se fixam nas partes salientes... por baixo do sufoco do vestido.Lado direito...Lado esquerdo... percorre o meu olhar... Lhe dou de costas...espreito... aprecio a mulher que está do outro lado...Frente a frente me enfrento...Me desvisto do vestido...Apanho a flor... posso cheirar seu olor. Tento uma outra vez...O vestido assenta bem...Nele se formam curvas perfeitas...Um deleite a figura do espelho...

1 comment:

Anjos said...

Muita profundidade, necessidade de mudança radical, apreciar a beleza interior, seres tu própria.
Força amiga, estou mesmo contigo, Deus te abencoe.